Comissão divulga resultado da pesquisa sobre inclusão digital dos estudantes

03/07/2020 08:16

A Comissão de Inclusão Digital da UFSC Blumenau, instituída pela Portaria nº 053/2020/BNU, divulgou o resultado da pesquisa realizada com os alunos dos cursos de graduação. A pesquisa foi solicitada pela direção do campus, a fim de analisar a possibilidade de retomada das atividades letivas de forma remota.

O trabalho foi realizado em duas etapas: a primeira consistiu na elaboração e na divulgação do questionário aos alunos, por meio de e-mails, site e redes sociais. Na segunda etapa, os integrantes da comissão entraram em contato por telefone com os alunos que não responderam a primeira etapa. Dos 1085 alunos regularmente matriculados no semestre 2020.1, 894 responderam à pesquisa, ou seja, 82%.

De acordo com o resultado, 98,7% dos alunos possuem internet em seu local de isolamento social e 98,5% possuem pelo menos um equipamento para acessá-la, seja computador, celular, tablet ou smartv. A pesquisa também aponta que 75,6% dos estudantes são favoráveis à realização de atividades a distância, considerando o momento de excepcionalidade devido à pandemia.

Confira abaixo o resultado geral, referente a todos os alunos da UFSC Blumenau que responderam à pesquisa, e também por curso:

Resultado geral - UFSC Blumenau
Engenharia de Controle e Automação
Engenharia de Materiais
Engenharia Têxtil
Licenciatura em Matemática (noturno)
Licenciatura em Matemática (diurno)
Licenciatura em Química
Bacharelado em Química

Empréstimo de computadores e acesso à Internet

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) está realizando um cadastro dos alunos que necessitam de apoio quanto ao acesso a equipamentos de informática e à Internet para acompanharem as aulas a distância. Para saber mais, clique aqui.

(Daiana Martini/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: assistência estudantilCoronavírusinclusãoPesquisaresultadoRetomada

Coronavírus: projeto da UFSC Blumenau produz vídeos sobre questões têxteis

02/07/2020 15:25

Um projeto divulgação científica inclusiva desenvolvido no campus de Blumenau da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) produziu dois vídeos sobre questões têxteis relacionadas ao coronavírus. O primeiro apresenta dicas de cuidados para evitar o contágio e aborda os tecidos recomendados para a confecção de máscaras, a forma adequada de retirá-las e descartá-las e orientações para a higienização de sapatos, roupas e máscaras.

O segundo vídeo fala sobre a Liga Anti-Máscara, surgida durante a pandemia de gripe espanhola na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. O movimento do início do século 20 disseminou dúvidas com relação à eficácia do uso de máscaras e acusações contra autoridades. Com consequência, a cidade registrou uma das mais elevadas taxas de contaminação e letalidade de gripe espanhola nos Estados Unidos. Com apresentação de Lucas Luiz Vasselai, estudante da graduação em Engenharia Têxtil da UFSC, ambas as produções contam com janela de Libras e nota explicativa para pessoas com deficiência visual.

Nota explicativa para pessoas com deficiência visual: O vídeo tem início com a frase em caixa alta “Você sabe o que fazer com sua máscara, roupas e calçados? Dicas sobre cuidados têxteis para evitar o contágio”. O vídeo contém imagens ilustrando cada uma das dicas mencionadas pelo estudante de engenharia têxtil relacionadas à confecção e ao uso de máscaras caseiras, bem como à higienização de roupas e sapatos no cenário da pandemia de Covid-19. Também há imagens ilustrando a importância do distanciamento físico mantendo-se a gentileza com garotas usando máscaras e fazendo imagens de corações com as mãos, bem como uma imagem de biscoitos usando máscaras, um ponto de doação de máscaras com dizeres atrelados à gentileza e uma estátua de Blumenau em homenagem aos estudantes usando a máscara. Ao final do vídeo, estão as logos relativas aos órgãos oficiais citados, às universidades realizadoras (UFSC e UFRN) e ao Coletivo Colmeia, um dos apoiadores, bem como os créditos com todos os colaboradores do projeto e as referências bibliográficas.

Nota explicativa para pessoas com deficiência visual: O vídeo tem início com a seguinte frase em caixa alta: “Você sabia da existência da Liga Anti-Máscara durante a pandemia de influenza?” O vídeo contém imagens registradas durante a gripe espanhola, no século passado, com relação ao uso de máscara para proteção da população. No canto inferior esquerdo há uma janela com a interpretação de Libras. Ao final do vídeo, surgem algumas imagens com orientações do Ministério da Saúde durante a pandemia de Covid-19, bem como as logos relativas aos órgãos oficiais citados, os créditos com todos os colaboradores do projeto e as referências bibliográficas, sendo o vídeo finalizado com a logo das Universidades realizadoras (UFSC e UFRN) e do coletivo Colmeia, um dos apoiadores do projeto.

Divulgação científica inclusiva 

Os vídeos fazem parte de um projeto inclusivo multidisciplinar de democratização da ciência. “Mais especificamente, os dois vídeos divulgados referem-se ao campo da Engenharia Têxtil em sua interface com a saúde e a efetivação dos Direitos Humanos. É fundamental a importância da divulgação de materiais têxteis adequados para a fabricação de máscaras, bem como dos seus cuidados de conservação, colaborando com a proteção do(a) usuário(a)”, comenta a professora da UFSC Blumenau Renata Orlandi, uma das coordenadoras da ação.

A docente ressalta ainda a relevância da acessibilidade dos materiais: “todos têm direito de acesso à ciência e de assim tomarem decisões conscientes com relação à sua saúde”. Além de Renata, coordenam a ação as professoras da UFSC Blumenau Catia Rosana Lange de Aguiar e Fernanda Steffens e o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) Francisco Claudivan da Silva. Contribuiu, ainda, a estudante de Licenciatura em Química Natasha Hempkemeyer.

O projeto também produz vídeos sobre a Covid-19 para crianças. Todos os materiais são publicados no canal da UFSC Blumenau no Youtube.

(Fonte: Notícias UFSC)

Tags: acessibilidadeCoronavírusCovid-19Engenharia Têxtilinclusãoprevenção

UFSC fará registro prévio de estudantes que precisem de empréstimo de computadores e acesso à Internet

24/06/2020 10:22

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) publicou nesta terça-feira, 23 de junho, o Edital nº 10/2020, que estabelece as normas para o Registro Prévio de Estudantes para Inclusão Digital da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O objetivo da medida é identificar os estudantes que, para desempenharem atividades de ensino remoto a serem oferecidas pelos cursos de graduação, programas de pós-graduação stricto sensu, ensino fundamental e médio da UFSC, necessitam de apoio quanto ao acesso a equipamentos de informática e à Internet.

Podem se cadastrar os estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação presencial, programas de pós-graduação stricto sensu, ensino médio e fundamental do Colégio de Aplicação da UFSC que declararem não possuir condições de acesso a computadores ou equipamentos equivalentes ou ainda à rede mundial de computadores. Para ser atendido, o estudante deve cadastrar-se por meio do Sistema on-line de Cadastros e Benefícios da Prae, no link https://beneficiosprae.sistemas.ufsc.br/, na seção Registro de Inclusão Digital – Pandemia COVID-19, aba Registro Prévio, Inclusão Digital. Estudantes do Colégio de Aplicação serão cadastrados por outro meio, a ser disponibilizado.

O prazo para registro será a partir de 1º de julho. A confirmação do registro é feita por e-mail, de forma automática. Os estudantes serão avisados da abertura do cadastro também por mensagens de celular, via SMS para os estudantes com telefone celular cadastrados no CAGR, CAPG e Colégio de Aplicação.

Os empréstimos de computadores e apoios financeiros para compra de pacotes de dados serão regulamentados em editais específicos, dependendo da disponibilidade de recursos materiais e orçamentais da UFSC, dimensionada a partir deste registro prévio. “Essa medida inicial é muito necessária, para que possamos saber o número de equipamentos e auxílios que a UFSC precisará disponibilizar, quando for o momento de passar a oferecer as atividades pedagógicas em formato não presencial”, salienta o pró-reitor Pedro Manique Barreto, da Prae.

Para manter seus dados de e-mail, endereço e telefones atualizados os estudantes devem acessar o site https://pessoa.sistemas.ufsc.br/

Mais informações no Edital.

(Fonte: Notícias UFSC)

Tags: assistência estudantilCoronavírusinclusãoPRAE

Professora lança canal no YouTube que ensina Libras para ouvintes

18/06/2020 14:16

A professora da UFSC Blumenau Fabiana Schmitt Corrêa lançou um canal no YouTube intitulado Um Sinal de Inclusão, onde ensina a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para ouvintes. A ideia surgiu nesse momento de distanciamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus, para divulgar a língua e informações sobre a comunidade surda.

Fabiana explica que os temas dos vídeos são pensados para a comunicação do cotidiano, como saudações, contexto de alimentação, animais e lugares públicos de Blumenau. No entanto, o canal está aberto para sugestões. “Estamos sempre observando os comentários dos vídeos para suprir os interesses das pessoas que acompanham o canal. Foram solicitados temas referentes aos espaços e utensílios de casa e já estamos providenciando esse vídeo”, revela.

Além de ensinar os sinais para a interação cotidiana, os vídeos também trazem curiosidades referentes à língua e apresentam o uso da gramática. Para ajudar na elaboração dos vídeos, a professora conta com a bolsista voluntária Morgana Aline Voigt, formada no curso de Licenciatura em Química da UFSC Blumenau e atualmente aluna do mestrado em Nanociência, Processos e Materiais Avançados, também no Campus Blumenau.

Fabiana conta que atualmente ainda é comum que familiares de pessoas surdas se sintam inseguros sobre o uso da Libras. “A difusão da língua de sinais e a apresentação da cultura surda à sociedade promove a aproximação entre pessoas surdas e ouvintes, rompendo a barreira comunicacional e atitudinal. Esperamos que esse projeto amplie o conhecimento das pessoas e elimine o preconceito referente à Libras”, completa a professora.

O canal faz parte do projeto de extensão "Libras: comunicação e informação", coordenado pela professora Fabiana. Além do canal para difusão da língua, o projeto inclui ainda a tradução dos boletins sobre o coronavírus emitidos pela Prefeitura de Blumenau.

(Daiana Martini/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: acessibilidadeExtensãoinclusãoLIBRAS

CTE realiza pesquisa sobre inclusão digital dos estudantes dos cursos de graduação

22/05/2020 13:05

O Centro Tecnológico, de Ciências Exatas e Educação (CTE) do Campus Blumenau da UFSC lançou nesta sexta-feira, 22 de maio, uma pesquisa para levantar informações sobre o nível de inclusão digital dos estudantes dos cursos de graduação. O objetivo é avaliar as condições dos alunos em acompanharem de forma remota as disciplinas em que estão matriculados no semestre 2020.1.

No formulário, os alunos devem indicar, por exemplo, se possuem acesso a computador e à internet em seu local de isolamento. As informações levantadas serão usadas para o planejamento de atividades que possam ser feitas a distância, conforme explicação do Prof. João Luiz Martins, diretor do Centro Tecnológico, de Ciências Exatas e Educação (CTE), em transmissão ao vivo realizada nesta quarta-feira, 20 de maio.

Todos os alunos regulares dos cursos de graduação devem responder ao formulário eletrônico, que ficará disponível até a próxima quarta-feira, 27 de maio.

Para acessar o formulário, clique aqui.

(Daiana Martini/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: Centro Tecnológico de Ciências Exatas e EducaçãoCoronavírusinclusãoNAENUPEPesquisa
  • Página 1 de 3
  • 1
  • 2
  • 3