NuPe divulga informações sobre curso extracurricular de língua inglesa

18/10/2019 14:40

O Núcleo Pedagógico (NuPe) preparou um material de divulgação sobre o curso extracurricular de língua inglesa, ofertado no Campus Blumenau desde o semestre 2019.1, em parceria com o Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras (DLLE/Florianópolis). A ideia é informar alunos e servidores como funciona o curso e quais as vantagens de aprender um novo idioma pela UFSC.

Atualmente, o curso oferece três turmas (Níveis I, II e V), em dias e horários alternados, e conta com tutores (servidores e estudantes de graduação) que possuem fluência no idioma. Por se tratar de um projeto de extensão do Campus Florianópolis, a UFSC Blumenau segue o mesmo cronograma de matrículas e calendário de aulas, fazendo alguns ajustes quando necessário.

Como funciona o curso

O curso extracurricular de língua inglesa é voltado para alunos e servidores da UFSC Blumenau. Ele é composto por cinco ciclos, subdivididos em níveis. Cada nível é equivalente a um semestre de aulas presenciais, totalizando uma carga horária de 60h/aula. Os estudantes aprovados - que obtiverem frequência mínima de 75% e média final igual ou superior a 6,0 - receberão certificado.

O investimento é bem menor do que o valor de mercado. Não há mensalidade, é feito apenas um pagamento por semestre. Pode haver alguma variação para o ano que vem, mas, por exemplo, em 2019.2 o valor foi de R$300 o semestre. Atualmente o material didático utilizado no curso é o livro Interchange Fifth Edition.

Para quem quer estudar inglês

Se você não tem nenhum conhecimento em língua inglesa, basta se matricular no Nível 1. Já para quem já estudou inglês ou tem algum domínio prévio da língua, é necessário fazer o teste de nivelamento para saber qual o nível mais adequado. Assim, você deve realizar a matrícula no nível indicado no resultado do seu teste. As datas, tanto do teste de nivelamento quanto de matrícula, são divulgados no edital. A publicação do próximo edital, que trará as datas referentes ao semestre 2020.1, está prevista para final de novembro.

Para quem quer ser tutor

Para ser um tutor do curso de inglês no Campus Blumenau, é necessário ser servidor técnico-administrativo; ou ser aluno de graduação; ou ser aluno de pós-graduação, e ter fluência em língua inglesa. As inscrições são abertas por meio de edital publicado pelo Nupe. É necessário fazer a inscrição e participar das etapas de seleção previstas no edital. O próximo está previsto para início de novembro. Além de uma bolsa, os tutores selecionados ganham também um certificado de participação.

Em caso de dúvidas ou sugestões em relação ao curso, entre em contato com o NuPe pelo e-mail .

(Daiana Martini / Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: cursoingleslíngua inglesaNUPE

Plataforma Khan Academy é tema de curso para professores de Matemática da rede pública estadual

04/10/2019 13:59

O professor da UFSC Blumenau Jorge Cássio Costa Nóbriga ministrou, durante os meses de agosto e setembro, o curso gratuito de formação continuada “Exploração da plataforma Khan Academy para o processo de aprendizagem e ensino da Matemática”. A capacitação foi voltada para professores da rede pública estadual da 15ª Gerência Regional de Educação. Ao todo, 24 docentes participaram do curso, que teve uma parte presencial e outra a distância.

A Khan Academy é uma plataforma gratuita de ensino voltada para estudantes de todas as idades. A maior parte do conteúdo é destinada ao ensino da Matemática, mas o site também contempla outras áreas, como Física, Química e Computação. Uma das grandes contribuições da plataforma é a possibilidade de identificação de dificuldades no processo de ensino e aprendizagem. O site conta ainda com parcerias com instituições como a NASA, o Museu de Arte Moderna, a Academia de Ciências da Califórnia e o MIT para oferecer conteúdo especializado.

O professor Jorge explica que a Khan Academy utiliza diversos recursos, como videoaulas, exercícios, artigos e elementos de gamificação. “É uma plataforma adaptativa, que permite ao professor recomendar diversos conteúdos e exercícios para os alunos e obter um relatório personalizado do desenvolvimento dos estudantes. Assim é possível recomendar atividades individuais, de acordo com as dificuldades ou potencialidades verificadas em cada aluno”, conta.

A realização do curso faz parte dos projetos de pesquisa e extensão do professor e integrará um livro que ele está escrevendo sobre as contribuições e os limites do uso da plataforma para o ensino da Matemática. “Além dos benefícios que a Khan Academy traz, também vou falar das limitações que ela apresenta e vou sugerir melhorias, como por exemplo, uma ferramenta de comunicação direta entre o aluno e o professor dentro da plataforma e a inclusão de conteúdo próprio”, completa.

Tecnologia a favor do ensino

O professor Ramirez Rodrigo de Souza, um dos participantes do curso, leciona Matemática do 6º ao 9º ano na EEB Christoph Augenstein, ao 6º ano na EEB Professor João Widemann e é assessor pedagógico na Escola Saberativo. Ele já tinha utilizado a plataforma antes, mas somente como aluno. “No curso aprendi a usar o perfil de professor. Agora eu já estou usando a plataforma com todas as turmas que leciono. Ela está possibilitando uma nova proposta metodológica, que está acrescentando muito à minha prática docente, pois proporciona um ambiente virtual de aprendizagem em um conceito de ‘sala invertida’”, comenta.

Ramirez enfatiza que, na Khan Academy, a tecnologia é utilizada de forma pedagógica. “Isso atrai muito a atenção e aumenta o envolvimento dos alunos. Já está sendo possível, em tempo real, acompanhar a distância o processo de aprendizagem dos alunos, beneficiando os processos de ensino e avaliação”, conta.

De acordo com o professor, a aceitação do uso da plataforma foi muito boa, tanto por parte da gestão das escolas, quanto por parte dos alunos. “Os gestores afirmaram que só tem a acrescentar à proposta pedagógica deles. Não houve resistência de nenhum dos envolvidos direta ou indiretamente. Ao contrário, houve entusiasmo por parte dos alunos em se familiarizar e usar a plataforma no cotidiano escolar e expectativa por parte da gestão em ver os resultados”, completa.

Outra participante do curso foi a professora Angela Maria Ribeiro Mariotto. Ela ministra aulas para o Ensino Médio e para o 9º ano do ensino Fundamental na EEB Hercílio Deeke. Angela já conhecia a plataforma, mas não a versão em Português. “Gostei bastante do curso. Acredito que será muito útil, principalmente para os alunos com defasagem e dificuldades nos conteúdos já trabalhados em séries anteriores”, avalia.

Angela conta ainda que ela e outros professores da escola que fizeram o curso pretendem capacitar os demais docentes, principalmente das séries iniciais. “Os professores de Ciências e de Física também poderão utilizar a ferramenta. Pretendemos montar uma apostila para facilitar o seu uso. Espero que dê certo”, planeja.

Parceria que deu certo

A realização do curso foi uma parceria entre a UFSC Blumenau e o Núcleo de Tecnologias Educacionais da Coordenadoria Regional de Educação de Blumenau (NTE/CRE), iniciada em 2017, com o curso referente à plataforma GeoGebra. “Essa parceria contribuiu de maneira efetiva e significativa para a formação docente, pois traz subsídios teórico-práticos e oportuniza a exploração das potencialidades dos recursos tecnológicos no processo de ensino e aprendizagem”, avalia a multiplicadora do NTE, Lisandra Inês Herpich.

Segundo Lisandra, outras capacitações para professores da rede pública estadual estão previstas em parceria com a UFSC. “A previsão é ofertar uma segunda edição do curso da plataforma GeoGebra, atendendo à solicitação dos professores de Matemática que participaram dessa última formação. A Coordenadoria Regional de Educação está aberta para novas parcerias com as licenciaturas da UFSC, com foco na formação dos profissionais nas diferentes áreas do conhecimento”, finaliza.

(Daiana Martini / Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: cursoExtensãoformação de professoresKhan Academy

Curso Extracurricular de Língua Inglesa: Nupe abre inscrições para estudantes que desejam atuar como tutores

16/08/2019 17:40

O Núcleo Pedagógico (Nupe) do Campus Blumenau da UFSC divulgou, nesta quinta-feira (15/8), edital para a seleção de estudantes que desejam atuar como tutores no Curso Extracurricular de Língua Inglesa durante o semestre 2019/2. As inscrições podem ser realizadas até 18/8, exclusivamente, online - clique no link .

A seleção dos candidatos se dará por quatro etapas: Inscrição, Análise Curricular, Prova Didática e Entrevista. Os tutores terão direito a bolsa e certificação pela atividade.

Para ler o edital completo, cronograma e mais informações, acesse o site do Núcleo Pedagógico.

(Camila Collato/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: bolsacursoextracurricularinglesseleçãotutorufsc

Curso Extracurricular de Língua Inglesa: prorrogadas as inscrições para tutor presencial

02/08/2019 18:42

(Atualizado 05/08/2019, às 11h14min)

Informamos que o prazo para inscrição no Processo Seletivo para Tutores do Curso Extracurricular de Língua Inglesa 2019.2 foi prorrogado até o dia 06/08/2019 (terça-feira).

Lembramos que os candidatos atuarão como bolsista na função de TUTOR PRESENCIAL, em caráter temporário, no segundo semestre de 2019, conforme edital e cronograma. As vagas são destinadas a servidores técnico-administrativos e estudantes de pós-graduação da UFSC.

As inscrições são gratuitas e serão efetivadas EXCLUSIVAMENTE pela internet, no endereço eletrônico https://forms.gle/KDqVUx9s5WnD9e8U8

O resultado final do certame será divulgado no dia 13 de agosto na página do NuPe: http://nupe.blumenau.ufsc.br/.

(Fonte: Núcleo Pedagógico)

--
O Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras (DLLE), em parceria com o Núcleo Pedagógico (NuPe) – Campus Blumenau, abriu inscrição para seleção de candidatos para atuar como bolsista na função de tutor presencial, em caráter temporário, no Curso Extracurricular de Língua Inglesa, modalidade presencial, semestre 2019/2, conforme edital e cronograma disponíveis abaixo. As vagas são destinadas a servidores técnico-administrativos e estudantes de pós-graduação da UFSC. As inscrições são gratuitas e serão efetivadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico https://forms.gle/KDqVUx9s5WnD9e8U8, estarão abertas de 01 a 04 de agosto de 2019.

A seleção dos candidatos constará de Inscrição, Análise Curricular, Prova Didática e Entrevista, de caráter classificatório e eliminatório. A carga horária de trabalho do Tutor Presencial é de três horas semanais, podendo ser dividida em dois encontros semanais com duração de 1h30min; ou um encontro com duração de 3h; conforme cronograma a ser estabelecido pelo Núcleo Pedagógico (NuPe). O total de horas a serem realizadas durante o semestre é equivalente a 60 horas divididas em 30 encontros neste período.

O pagamento da bolsa será concedido em quatro parcelas de R$ 410,00, totalizando R$ 1.640,00, por semestre, conforme norma estabelecida pelo Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras (DLLE). O candidato terá ainda acesso à certificação com carga horária de 60h/aula, que poderá ser emitida no site https://certificados.ufsc.br/ trinta dias após o término do curso.

O resultado final do certame será divulgado no dia 13 de agosto na página do NuPe: http://nupe.blumenau.ufsc.br/.

Tags: bolsacursoinglesNUPEtutoria