Projeto convida docentes a escreverem cartas para suas estudantes mulheres

15/05/2024 16:54

O projeto de extensão Cartas para minhas alunas convida a todos os docentes da UFSC Blumenau a escreverem cartas de encorajamento e motivação para suas estudantes mulheres. O objetivo é fazer com que as alunas se sintam acolhidas e incentivadas por seus professores. As primeiras cartas já recebidas pelo projeto estão expostas na entrada do Bloco B, no 3º andar do Bloco A e também na entrada do Auditório Professor Fernando Ribeiro Oliveira.

As cartas podem ser enviadas em formato de mensagem, conselho, dica, poema ou outras expressões escritas, podendo ser manuscritas ou digitadas. O autor pode optar ainda por assinar com seu próprio nome, usar um pseudônimo ou publicar de forma anônima.

O projeto é coordenado pela professora Selene de Souza Siqueira Soares e tem como bolsista a estudante Laura Escudero Vergili, do curso de Engenharia de Controle e Automação. Laura conta que sua principal motivação para atuar no projeto foi acolher outras estudantes. “Principalmente aqui no Campus Blumenau, que é da área de exatas, a presença feminina ainda é menor do que a masculina. É fundamental que as estudantes que ingressam aqui se sintam acolhidas e encorajadas a continuar”, afirma.

As cartas ficarão expostas no Campus Blumenau e, no final do projeto, serão transformadas em um e-book. Algumas também podem ser lidas clicando aqui. Em caso de dúvidas, é possível entrar em contato com o projeto pelo Whatsapp.

>>> Para enviar a sua carta, clique aqui.

Daiana Martini/Serviço de Comunicação UFSC Blumenau

Tags: acolhimentocartasExtensãomotivaçãoMulheres

Semestre 2024.1 inicia com recepção aos estudantes na UFSC Blumenau

12/03/2024 16:30

Nesta segunda-feira, 11 de março, os calouros dos cursos de graduação do semestre 2024.1 da UFSC Blumenau foram recebidos em um evento realizado no Auditório Professor Fernando Ribeiro Oliveira. Cerca de 100 estudantes estiveram presentes. Às 10h foram recebidos os estudantes do período matutino e às 18h30 os do período noturno.

A ACUB foi uma das organizações estudantis presentes

Durante o evento, os calouros acompanharam uma apresentação feita pelo diretor do Campus Blumenau, Adriano Péres, com informações sobre a UFSC e sobre os setores que prestam atendimento direto ao estudante. “Sejam bem-vindos ao Campus Blumenau da UFSC, uma das melhores universidades do Brasil. Desejamos que vocês se sintam acolhidos e motivados”, disse o diretor. “A UFSC é cheia de oportunidades, aproveitem cada uma delas”, completou o vice-diretor Rafael dos Reis Abreu.

Logo após a apresentação, os estudantes assistiram alguns vídeos sobre a UFSC e puderam tirar suas dúvidas com os setores e com as organizações estudantis que estiveram presentes. Puderam ainda conhecer os coordenadores dos cursos e fazer a carteirinha do Restaurante Universitário (RU).

Juliana Mendes, caloura do curso de Licenciatura em Matemática

Juliana Mendes, de 28 anos, é caloura do curso de Licenciatura em Matemática e esteve presente na recepção no período matutino. Ela é natural do estado do Amapá, onde já concluiu o curso de Engenharia Ambiental. Morando em Blumenau há cerca de dois anos, ela viu no ingresso pelo histórico escolar uma boa forma de voltar a estudar. “Quero agregar ao que eu já fiz. Como era um sonho dos meus pais que eu me tornasse professora, vou tentar focar nisso. Não sei se irei atuar em sala de aula um dia, mas estou focada em voltar a estudar. Desde 2020 que não frequento uma sala de aula, então vai ser desafiador”, revela. Juliana já trabalha na área de Qualidade em uma empresa de plásticos de Gaspar e vai conciliar o trabalho com os estudos.

Pedro Henrique é calouro do curso de Licenciatura em Química

O calouro Pedro Henrique Silva Marquez, de 18 anos, é egresso do curso técnico em Química do Campus Brusque Instituto Federal Catarinense (IFC). Ele mora no município de Guabiruba e virá para Blumenau todos os dias para estudar, uma viagem de cerca de 2h de ônibus. Ele busca na Licenciatura em Química ampliar seus conhecimentos em áreas específicas. “Vim em busca de mais oportunidades e mais conhecimento, principalmente em orgânica e analítica”, conta Pedro. Para o futuro, ele ainda não decidiu se quer dar aulas ou se irá atuar com perícia criminal. “Durante o curso vou escolher”, finaliza.

Durante os próximos dias, outras atividades de acolhimento serão realizadas. Para conferir a programação completa, clique aqui.

Confira abaixo mais imagens do evento de recepção:

Daiana Martini/Serviço de Comunicação UFSC Blumenau

Tags: 2024.1acolhimentocalouroseventorecepção

Grupo de escuta e acolhimento aos estudantes internacionais inicia atividades dia 8 de maio

03/05/2023 15:08

Na próxima segunda-feira, dia 8 de maio, iniciam as atividades do grupo de escuta e acolhimento aos estudantes internacionais da UFSC Blumenau. Com o tema Como estamos nos sentido na UFSC?, o grupo terá encontros semanais, com a presença do psicólogo educacional Caio Filipe Loch. O evento acontece a partir das 12h30, no Auditório Professor Fernando Ribeiro Oliveira.

Segundo Caio, a ideia surgiu de experiências compartilhadas entre os setores de atendimento ao estudante, em atendimentos psicológicos e em diálogo com docentes que observaram algumas dificuldades estudantis. O objetivo é proporcionar um ambiente de acolhimento e compartilhamento de vivências.

O psicólogo educacional explica também que não haverá assuntos fechados, vai depender das questões trazidas pelos participantes. “O grupo será um lugar de acolhimento para falar sobre qualquer assunto que esteja afetando os estudantes, como dificuldades de aprendizagem, saudades de casa e da família, falta de recursos, solidão, entre outros”, conta Caio.

O grupo é direcionado aos estudantes internacionais, mas os demais integrantes da comunidade acadêmica também estão convidados a participar. Não há necessidade de fazer inscrição prévia.

Serviço de Comunicação UFSC Blumenau

Tags: acolhimentoestudantes internacionaisgrupo de escuta

UFSC regulamenta política permanente de saúde mental

11/05/2022 12:21

Com o objetivo de atender estudantes – da Educação Infantil à pós-graduação –, servidores docentes e técnico-administrativos e trabalhadores terceirizados de seus cinco campi, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) instituiu sua Política Intersetorial Permanente de Saúde Mental, Atenção Psicossocial e Promoção da Saúde. Aprovada por unanimidade pelo Conselho Universitário (CUn) no último dia 31 de março, a política torna permanente iniciativas como o Acolhe UFSC, projeto que atua no acolhimento psicossocial à comunidade UFSC, em pesquisas sobre a saúde mental da comunidade universitária e na divulgação de ações e serviços de acolhimento.

A ideia é que a política promova a integração de ações produzidas na UFSC e constitua um espaço institucional de referência e integração para a atenção psicossocial e de promoção da saúde. Também estão entre seus objetivos a instituição de uma rede de atenção e de mecanismos de avaliação da própria política, bem como o estímulo a atividades de ensino, pesquisa e extensão e a contribuição para uma universidade democrática, equitativa, acessível, inclusiva e saudável.

A secretária de Ações Afirmativas e Diversidades da UFSC, Francis Solange Vieira Tourinho, explica que a origem da política remete ao Comitê de Combate à Pandemia da Covid-19, instituído em maio de 2020 por meio da Portaria nº 360/2020/GR. Vinculada a esse comitê, foi criada também a Comissão Permanente de Monitoramento da Saúde Psicológica Universitária, responsável pela implementação do Acolhe UFSC.

Entre as ações desenvolvidas no âmbito do projeto, além dos atendimentos individuais e em grupo, destaca-se a pesquisa Estilos de vida e saúde mental da população da UFSC em tempos de covid-19. Realizado em fevereiro e março de 2021, o levantamento deixou claro que toda a comunidade universitária percebeu prejuízos psicossociais significativos relacionados à pandemia e suas exigências de distanciamento social, trabalho e aulas remotas. 73,3% dos respondentes perceberam uma piora no seu estado de saúde física e mental. Estudantes de pós-graduação foram os que relataram maiores índices de sofrimento psíquico. No que diz respeito ao gênero, mulheres cis e pessoas com identidade transgênero foram as que perceberam impactos mais significativos na saúde mental.

Segundo Francis, que é também coordenadora da Comissão Permanente de Monitoramento da Saúde Psicológica Universitária, os dados da pesquisa e as experiências de acolhimento psicossocial e de interlocução com vários setores da UFSC mostraram como esse tipo de trabalho é fundamental, para além do período de pandemia. “[A Comissão] se faz necessária como ação contínua de atenção e cuidado à saúde na Universidade, dada a centralidade das questões psicossociais relacionadas às experiências advindas do mundo acadêmico, das condições de ensino-aprendizado, das condições de trabalho e dos processo laborais na UFSC”, afirma a secretária.

A nova política compreende nove eixos temáticos: universidade promotora de saúde; prevenção de riscos e danos (abuso de substâncias psicoativas, suicídio, sofrimento psíquico, luto); atenção a crises e urgências; acolhimento, cuidado psicossocial, redução de danos, recovery e ações em rede; combate à violência institucional (trote, bullying, assédio moral, assédio sexual, racismo, desigualdades de gênero, LGBTQIA+fobia, iniquidades socioeducativas); prevenção de riscos e promoção da saúde a partir da integração acadêmica e do enfrentamento ao fracasso escolar na educação superior; comunicação, apoio de mídia e divulgação de ações e serviços; avaliação de ações, projetos e programas de saúde mental, atenção psicossocial e promoção de saúde para a comunidade universitária; sensibilização da comunidade da UFSC para a formação continuada no campo da atenção psicossocial.

A política será conduzida pelo Comitê Intersetorial Permanente de Saúde Mental, Atenção Psicossocial e Promoção de Saúde. Vinculado ao Gabinete da Reitoria, ele será composto por representantes da Secretaria de Ações afirmativas e Diversidades (Saad), das pró-reitorias de Assuntos Estudantis (Prae), de Graduação (Prograd), de Pós-Graduação (PROPG) e de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (Prodegesp), do Colégio de Aplicação (CA), do Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI), do Diretório Central dos Estudantes (DCE), da Associação dos Pós-Graduandos (APG), do Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Públicas de Ensino Superior do Estado de Santa Catarina (Sintufsc), além de professores e técnicos administrativos especialistas nas temáticas contempladas. Os membros ainda serão nomeados pela reitoria.

Acolhimentos psicossociais

Disponível para estudantes e servidores, o Acolhe UFSC é uma das frentes para fazer a divulgação centralizada das ações e setores que promovem acolhimento psicossocial. No site e no Instagram, é possível encontrar serviços e projetos distribuídos por campus, com a especificação do público atendido. Dentre esses serviços, destacam-se os Psicólogos Voluntários, que oferecem atendimentos individuais e em grupo, abertos à comunidade universitária. Acesse as informações e inscreva-se aqui.

Outra iniciativa disponível para toda a comunidade universitária é o Serviço de Atenção Psicológica (Sapsi), que oferece possibilidades de acolhimento psicológico e psicoterapia, individual ou em grupo, para a comunidade universitária. Mais informações podem ser obtidas no site do Serviço.

Servidores técnico-administrativos e docentes também têm acesso a atendimento de psicólogos por meio do Departamento de Atenção à Saúde (DAS/Prodegesp). O agendamento com as psicólogas pode ser feito por e-mail, para  ou . O DAS conta, ainda, com assistentes sociais que fazem o atendimento individual dos servidores. Para agendar atendimento, basta entrar em contato pelo telefone 48 3721-4270 ou pelo e-mail .

Notícias da UFSC

Tags: Acolhe UFSCacolhimentosaadsaúde mental

UFSC Blumenau promove evento de recepção dos calouros de 9 a 11 de junho

08/06/2021 09:59

O Programa Institucional de Apoio Pedagógico aos Estudantes (Piape) do Campus Blumenau da UFSC, em conjunto com as coordenações de curso e as entidades estudantis, promovem, de 9 a 11 de junho, a recepção dos calouros do semestre 2021.1. O evento será realizado de forma totalmente on-line, pelo canal da UFSC Blumenau no YouTube, e não é necessário fazer inscrição prévia para participar.

A programação do evento inclui um vídeo de apresentação dos setores e dos cursos da UFSC Blumenau, atividades interativas e uma roda de conversa de orientação pedagógica, além de apresentações culturais.

Para a coordenadora do Piape da UFSC Blumenau, Gabriela Boemer Amaral Moretto, é fundamental que os calouros se sintam acolhidos e integrados ao ambiente acadêmico, principalmente neste momento de atividades remotas, onde os alunos não terão nenhum contato presencial com a UFSC no momento. “O acolhimento estudantil é parte intrínseca no processo de afiliação universitária do acadêmico e, é a partir daí que ele apropria-se do estatuto social de ser um estudante universitário. Todo esse processo de tornar-se e sentir-se membro inicia aí, com o acolher, apoiar e orientar pedagogicamente o jovem nessa passagem de aluno do ensino básico para acadêmico. Especialmente nesse contexto de pandemia, que torna esse processo ainda mais frágil, pois agora é mediado pelas tecnologias e prejudica a criação de vínculos”, avalia Gabriela.

Confira abaixo a programação completa do evento:

9 de junho - 18h30
Matemática: "A chave do seu segredo"
Com Edilberto Cordeiro dos Santos Jr (doutorando em Engenharia de Alimentos - UFSC)

10 de junho - 18h30
Química: "A química no cotidiano: curiosidades"
Com Luana Veiga da Silva (mestranda em Nanociência, Processos e Materiais Avançados - UFSC Blumenau)

11 de junho - 18h30
Roda de conversa: "Desafios do ensino não presencial: estratégias de estudo e bem-estar"
Com Kamilla da Costa e Marilucia Ramos Anselmo

Como as atividades serão todas transmitidas pelo canal da UFSC Blumenau no YouTube, o evento pode ser acompanhado por estudantes de todos os campi da UFSC.

(Daiana Martini/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: acolhimentocalouroseventorecepção

‘Acolhe UFSC’ convida profissionais para integrarem projeto com acolhimento psicossocial voluntário

16/04/2021 12:50

A Comissão Permanente de Monitoramento da Saúde Psicológica da Universidade Federal de Santa Catarina (Acolhe UFSC) convida psicólogas e psicólogos, estudantes de Programas de Pós-Graduação da UFSC e egressos que estejam aptos a participar do projeto de extensão “Acolhimento psicossocial à comunidade UFSC em tempos de Pandemia da Covid-19”. Uma reunião para apresentar o projeto e esclarecer dúvidas ocorrerá na sexta-feira, 23 de abril, às 16h, por meio do Google Meet.

A participação é voluntária e fundamental para que a Comissão possa organizar e oferecer acolhimento aos membros da comunidade universitária que estão ou tiveram Covid-19, perderam pessoas queridas nesse período, ou estão sofrendo com impactos do distanciamento social, estudo ou trabalho remoto durante a Pandemia.

O convite é direcionado a psicólogos clínicos ou psicólogos de equipes de gestão dos casos, com experiência clínica prévia, que possam dedicar, no máximo, quatro horas por semana ao projeto. Por meio do projeto, espera-se poder oferecer acolhimento à comunidade universitária por profissionais da psicologia vinculados à UFSC ou não, via referenciais da psicoterapia breve, da saúde mental coletiva e da atenção psicossocial, realizado de maneira remota.

Os interessados em contribuir que não puderem participar da reunião poderão entrar em contato pelo e-mail . A equipe do Acolhe UFSC solicita que informem a respeito da experiência clínica e de seu interesse em participar do projeto. Em seguida, será enviado um formulário de inscrição.

O chamamento foi feito por meio de uma carta aberta, assinada por Ana Marsilac, Cor Lima, Daniela Schneider, Jeferson Rodrigues e Letícia Duarte, membros da Comissão. Na carta, o grupo conclama aqueles que fizeram parte de sua formação profissional na UFSC a especialmente oferecerem sua solidariedade com a comunidade universitária. “Neste momento mais do que nunca, no segundo ano desta situação da Covid-19, onde já se somam mais de 350 mil mortos, estamos expostos a situações críticas de adoecimento, insegurança é fundamental preservarmos nossa saúde mental! A Comissão Permanente de Monitoramento da Saúde Psicológica foi criada nesse sentido, mas precisa do seu apoio! Os números de afastamento do trabalho e queixas de sintomas de adoecimento mental estão muito altos, nossos dados vêm mostrando o aumento da intensidade do sofrimento psíquico. Para resistir, viver, refletir e elaborar essas dores que nos atravessam, pedimos sua ajuda, porque você está implicado com essa Universidade!”

Mais informações:
Acolhe UFSC

Fonte: Notícias UFSC

Tags: Acolhe UFSCacolhimentoCovid-19pandemia

UFSC manifesta-se em solidariedade às vitimas da Covid-19; oferece acolhimento psicológico

25/03/2021 15:59

A Covid-19 já tirou mais de 300 mil vidas no Brasil e cerca de 10 mil vidas em Santa Catarina. Em sinal de respeito e solidariedade pelas famílias que passam por momentos difíceis neste momento, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aderiu à campanha nacional, em um ato simbólico, em memória das vítimas da doença causada pelo novo Coronavírus. No mesmo ato, a UFSC une-se a muitas vozes que mais uma vez pede pela vacinação em massa da população.

A iniciativa consiste na fixação de faixas pretas nas fachadas das instituições com a mensagem “Luto pela vida” e “Universidade pelas vacinas”. Algumas instituições também publicaram nas redes sociais mensagens de luto. Além da UFSC, participam universidades federais do Pará (UFPA), de São Carlos (UFSCar), do ABC (UFABC), de Santa Maria (UFSM), do Paraná (UFPR) e do Rio Grande do Norte (UFRN) e estaduais como a USPUnesp e Unicamp. A Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) também se manifestou. Atos em memória das vítimas também foram organizados pelo Sindicato dos Trabalhadores da UFSC (Sintufsc).

>> Covid-19: um ano de pandemia na UFSC

Antes que o Brasil e Santa Catarina chegassem a essa triste marca, os pesquisadores e pesquisadoras da UFSC têm se engajado em pesquisa e ações de extensão, além de centenas de entrevistas à imprensa, alertando a população e o poder público para a ameaça que a doença representa. Sociedades médicas e científicas se pronunciaram a respeito da ausência de eficácia nos tratamentos não reconhecidos pela ciência, e há um esforço coletivo de cientistas para estimular a população a entender melhor as vacinas contra a Covid-19, e apoiar seu uso. Campanhas organizadas pelo Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc-Sindical) e pelo Observatório COVID-19 BR têm mobilizado a comunidade da UFSC, para esclarecer dúvidas sobre as vacinas e combater a disseminação de notícias falsas.

>> Covid-19: pesquisadores da UFSC apontam causas e soluções para o colapso

Desde fevereiro, estruturas montadas no campus da UFSC em Florianópolis pela Prefeitura Municipal, e com o auxílio voluntário de professores e estudantes da UFSC, já vacinou milhares de pessoas. Nesta quinta, sexta e sábado, de 25 27 de março, a  espera-se que um grande número de pessoas seja imunizado nos espaços cedidos pela UFSC.

“A Ciência continua dizendo: fiquem em casa; usem máscara; evitem aglomeração!
E se o Estado não respeita a ciência, nós respeitamos.”
Ubaldo Cesar Balthazar, reitor da UFSC, em 9 de março de 2021.

Acolhimento

Lidar com o luto, especialmente durante a pandemia, é mais que lidar com a perda de vidas. Também inclui perdas relativas à vida que tínhamos antes da pandemia, o convívio social, a liberdade. Segundo a professora do Departamento de Psicologia Ivânia Jann Luna, esses muitos lutos precisam ser compreendidos. Luna coordena o Laboratório de Processos Psicossociais e Clínicos no Luto (LAPPSIlu), lançou um livro relacionado e criou o grupo de apoio para enlutados pela Covid-19.

“A pandemia ameaça a nossa visão sobre o modo estabelecido de se viver em sociedade, e isso por si só gera um luto relacionado a reconstruir um novo presente coletivo e um futuro. Estes lutos geram medo, raiva, culpa, ansiedade e angústia bem como a busca por culpados ou soluções milagrosas, negando o processo de enlutamento envolvido”, salientou em uma entrevista recente.

Acolher quem sofre é missão da AcolheUFSC, iniciativa da Comissão Permanente de Monitoramento da Saúde Psicológica Universitária, que visa dar suporte e acompanhamento psicológico específico aos efeitos da Covid-19 sobre a comunidade universitária. Pelo site e por e-mail, a equipe multidisciplinar busca trazer apoio aos estudantes, técnicos-administrativos em Educação e docentes, além da comunidade externa à UFSC.

Acolhimento individual

HU-UFSC Emergência Adulto
Atividade: Atendimento de situações de urgência e emergência em saúde mental (ideação suicida, tentativas de suicídio e  intoxicação exógena) e situações de violências
Público-alvo: Pessoas a partir de 15 anos de idade (comunidade em geral)
Forma de acesso: Atendimento porta aberta a qualquer hora do dia.
Dia e horário de funcionamento: Todos os dias da semana, 24 horas.
Contato: (48) 3721 9140
Site: http://www2.ebserh.gov.br/web/hu-ufsc

HU-UFSC Emergência Pediátrica
Atividade: Atendimento de situações de urgência e emergência em saúde mental (ideação suicida, tentativas de suicídio e  intoxicação exógena) e situações de violências
Público-alvo: Crianças e adolescentes de 4 a 14 anos e 11 meses de idade (comunidade em geral)
Forma de acesso: Atendimento porta aberta a qualquer hora do dia.
Dia e horário de funcionamento: Todos os dias da semana, 24 horas.
Contato: (48) 3721 8052 ou (48) 3721 9870
Site: http://www2.ebserh.gov.br/web/hu-ufsc

Serviço de Atenção Psicológica (SAPSI)
Atividade: Acolhimento Psicológico
Público-alvo: Atendimento à comunidade geral
Forma de acesso: Atendimento por demanda espontânea, condicionado à disponibilidade de plantonista no dia. Preenchimento dos horários por ordem de chegada ao serviço.
Dia e horário de funcionamento: Atividade presencial suspensa durante a pandemia. No momento, apenas online. Agendamentos por e-mail
Contato: (site: sapsi.paginas.ufsc.br).

Projeto – Acompanhamento Terapêutico LAPCIP
Atividade: Acompanhamento Terapêutico
Público-alvo: Atendimento à comunidade geral
Forma de acesso: Encaminhamentos pelos serviços da Rede Municipal de Florianópolis e pela UFSC.
Dia e horário de funcionamento: Os dias e horários de atendimento, bem como número de vagas disponíveis variam a cada semestre.
Contato: , , lapcip.paginas.ufsc.br

CDGEN – CUIDA
Atividade: Local de escuta, acolhimento apoio e denúncias para mulheres a comunidade LGBTQI+ da UFSC, nas questões relacionadas à: ● LGBTfobia; ● Violência contra a mulher nos espaços da universidade; ● Sofrimento psíquico relacionado a vivência de violências relacionadas à orientação sexual e/ou contra a mulher na comunidade universitária.
Público-alvo: Estudantes
Forma de acesso: Porta aberta, acesso neste momento por e-mail. Antes da pandemia o acesso também era presencial.
Dia e horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h
Contato:  

Coordenadoria de Acessibilidade (CAE)/SAAD
Atividade: Entre outras demandas, a CAE realiza acolhimento dos estudantes com deficiência em situação de sofrimento psíquico ligado à vivência de violências relacionadas à condição de pessoa com deficiência
Público-alvo: Estudantes com deficiência
Forma de acesso: Procura espontânea. No momento, atendimentos apenas por e-mail.
Dia e horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h
Contato:

Coordenadoria de Relações Étnico Raciais(CRER)/SAAD
Atividade: Entre outras demandas, a CRER realiza o acolhimento de estudantes indígenas, quilombolas e negros em situação de sofrimento psíquico ligado à vivência de violências relacionadas à questão racial.
Público-alvo: Estudantes negros, indígenas e quilombolas
Forma de acesso: Procura espontânea. No momento, atendimentos apenas por e-mail e WhatsApp.
Dia e horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h
Contato: 48 3721-6095 (WhatsApp)/

CoAEs/PRAE/Fpolis/Psicologia Educacional
Atividade: Conversas com professores e coordenações de curso
Público-alvo: Professores e Coordenações de curso
Forma de acesso: procura espontânea dos cursos ou a partir da equipe da PRAE
Contato: e-mail: – site: prae.ufsc.br/psicologia

Psicologia Educacional/ Setor de Apoio ao Estudante do campus Araranguá SAE/ARA
Atividade: Atendimentos Psicológicos  respeitando a perspectiva de trabalho em Psicologia Educacional, são realizados atendimentos individuais e em grupo.
Público-alvo: Estudantes
Forma de acesso: Agendamentos
Dia e horário de funcionamento: Agendamentos
Contato: /https://apoioaoestudante.ararangua.ufsc.br/servico-de-psicologia-educacional/

Campus Blumenau NUPE- Núcleo Pedagógico
Atividade: Atendimento Individual- Psicologia Educacional
Público-alvo: Todos os estudantes do Campus
Forma de acesso: Atendimentos com agendamento prévio
Dia e horário de funcionamento: Conforme agendamento
Contato: Whatsapp 48 3721-3342 das 13h ás 18h/

Campus Joinville/Setor de Assistência Estudantil/e Psicologia Educacional
Atividade: Atendimentos de psicologia clínica: atendimentos no formato de psicoterapia breve, realizados por estagiárias do último ano de cursos de Psicologia de Joinville.
Público-alvo: Estudantes de graduação, prioritariamente, aqueles com cadastro PRAE ou oriundos de escola pública
Forma de acesso: Inscrições realizadas durante o ano todo, por e-mail ou no setor.
Dia e horário de funcionamento: Atendimentos individuais, semanais, com hora marcada.
Contato:   ou

Campus Joinville/Setor de Assistência Estudantil/e Psicologia Educacional
Atividade: Acolhimento e orientação a vítimas de preconceito e violência

Estudantes de graduação e pós-graduação em sofrimento psíquico relacionado a vivência de preconceito ou violência no ambiente universitário.
Público-alvo: Estudantes
Forma de acesso: Atendimentos individuais,  geralmente, com uma das assistentes sociais e a psicóloga do setor de Assistência Estudantil, com hora marcada.
Dia e horário de funcionamento: Durante toda a semana, no horário de expediente das servidoras.
Contato:   ou

Campus Joinville/Psicologia Organizacional
Atividade: Acolhimento e orientação de servidores.
Público-alvo: Servidores do Campus Joinville.
Forma de acesso: Atendimentos individuais realizados em horários marcados anteriormente.
Dia e horário de funcionamento:  Durante toda a semana, no horário de expediente da servidora.
Contato:

Campus Curitibanos -SAE/Serviço de Assistência Estudantil/Psicologia Educacional
Atividade: Acolhimento psíquico
Público-alvo: Estudantes de graduação
Forma de acesso: Por meio de preenchimento de formulário que se encontra na página da Assistência Estudantil: http://assistenciaestudantil.curitibanos.ufsc.br/
Dia e horário de funcionamento: Conforme combinado com o estudante por e-mail.
Contato:  -http://assistenciaestudantil.curitibanos.ufsc.br/agendamento-psicologo/ Fone:(48) 3721-7193

Psicologia Educacional CoAEs/PRAE/Florianópolis
Atividade: Orientação em relação à vida universitária e acadêmica a estudantes de graduação público-alvo da Assistência Estudantil
Público-alvo: Estudantes de baixa renda ou oriundos de escola pública
Forma de acesso: Solicitação do estudante por e-mail
Dia e horário de funcionamento: Conforme agendamento/Atendimentos Contínuos
Contato:

Atendimento individual e grupal

Campus Curitibanos -Projeto: “Giro dos Afetos” – SAE/Serviço de Assistência Estudantil
Atividade: Atendimento grupal -sofrimento psíquico, dificuldade de aprendizagem e violações dos direitos humanos
Público-alvo: Estudantes de graduação e de pós-graduação
Forma de acesso: http://assistenciaestudantil.curitibanos.ufsc.br/projeto-giro-dos-afetos-grupo-de-escuta-e-partilha/
Dia e horário de funcionamento: Às sextas-feiras, às 13:30
Contato:

DiSS/DAS/PRODEGESP
Atividade: Realização de atendimentos individuais e grupais aos servidores, com acolhimento, acompanhamento e encaminhamento de demandas. Em saúde mental, as demandas mais frequentes são:  dependência química, sofrimento mental,adoecimento e afastamento por LTS, conflitos laborais, queixas de assédio moral, dentre outras.
Público-alvo: Servidores da UFSC (todos os campi) e de órgãos partícipes da Unidade SIASS/UFSC
Forma de acesso: Porta aberta, acesso neste momento por e-mail ou por telefone. Antes da pandemia o acesso também era presencial, sem precisar de agendamento
Dia e horário de funcionamento: Segunda a Sexta, das 7 às 19h
Contato: 48) 3721-4270/

Atendimento grupal/Grupos

SaPsi
Atividade: Grupo de Psicoterapia Breve. Ofertados grupos em período matutino e vespertino. Realizados 12 encontros.
Público-alvo: Atendimento à comunidade em geral
Forma de acesso: Incrições por-email, no início de cada semestre. Realizadas entrevistas de triagem com os interessados
Dia e horário de funcionamento: Atividade realizada atualmente na modalidade remota.
Contato: E-mail: site: sapsi.paginas.ufsc.br./Telefone: 3721-9402

Atividade: LIOP – Profissões, Carreiras e Projeto de Vida
Público-alvo: Atendimento à comunidade geral
Forma de acesso: Em geral, ocorrem inscrições presenciais, por email ou telefone. Cada projeto define seu período de inscrição
Dia e horário de funcionamento: Duração, dias e horários definidos de acordo com cada projeto. Atividade adaptada para a modalidade remota.
Contato: e-mail: /Site: www.facebook.com/liop.ufsc https://sapsi.paginas.ufsc.br/liop/

Atividade: Atendimento em Grupo (Cessação ao Tabagismo, Adoção, Treinamento em Habilidades Sociais, Treinamento de Pais, problemas de pele, entre outros projetos de extensão)
Público-alvo: Atendimento à comunidade geral (público-alvo definido conforme objetivo do grupo)
Forma de acesso: Em geral, ocorrem inscrições presenciais, por email ou telefone. Cada projeto define seu período de inscrição.
Dia e horário de funcionamento: Atividade mantida na modalidade remota
Contato: Email: site: sapsi.paginas.ufsc.br.

Rodas de conversa temáticas

Fórum sororidade sincera Campus Araranguá
Atividade: Grupo que reúne diferentes coletivos estudantis e articula rede de sororidade e ações acerca dos temas: violências de  gênero e sexualidade.
Público-alvo: Estudantes
Forma de acesso: Participação livre
Dia e horário de funcionamento: Reunião on-line sem periodicidade fixa. Acompanhar atividades pelo Instagram do Fórum https://www.instagram.com/sororidade.sincera
Contato: Atividade remota com apoio do SAE/ARARANGUÁ

CoAEs/PRAE/Psicologia Educacional
Atividade: Rodas de Conversa temáticas
Público-alvo: Estudantes de Graduação da UFSC, preferencialmente aqueles público-alvo da Assistência Estudantil
Forma de acesso: Procura espontânea do estudante ou a partir da equipe da PRAE
Dia e horário de funcionamento: Segunda a sexta. 7h às 12h e 14h às 19h. Em tempos de pandemia, verificar no contato
Contato: e-mail:  /site: prae.ufsc.br/psicologia

Campus Blumenau
Atividade: Rodas de Conversa Temáticas.
Público-alvo: Todos os estudantes do Campus
Forma de acesso: Divulgação nas redes sociais do Campus e no site do Nupe
Dia e horário de funcionamento: Conforme orientações de divulgação no site. Conforme demanda
Contato: https://nupe.blumenau.ufsc.br/

Atividade: Oficinas sobre Estratégias de Estudo, organização e gestão do tempo.
Público-alvo: Para cursos do campus
Forma de acesso: De acordo com a demanda por solicitação dos Coordenadores de Curso. Divulgação por e-mail pelas Coordenações de Curso
Dia e horário de funcionamento: Conforme demanda
Contato: https://nupe.blumenau.ufsc.br/

Campus Joinville Psicologia Organizacional
Atividade: Rodas de conversa sobre temas de saúde mental, com servidores do Campus Joinville
Público-alvo: Servidores do Campus Joinville.
Forma de acesso: Grupos abertos oferecidos em horários determinados.
Dia e horário de funcionamento: Mensalmente, em dias a serem estabelecidos.
Contato:

Psicologia Educacional Curitibanos
Atividade: Projeto Ciranda estudantil. Realização de rodas de conversa sobre temas referidos às realidades estudantis e da sociedade.
Público-alvo: Estudantes de todos os campi e aberto ao público
Forma de acesso: http://assistenciaestudantil.curitibanos.ufsc.br/2868-2/
Contato: /

Atividade: Tropeiros: Masculinidades em debate – Rodas de conversa sobre masculinidades
Público-alvo: Aberto ao público
Contato:

CDGEN/SAAD
Atividade: Grupo Refletindo Masculinidades -Tem como objetivo refletir sobre como é construída e vivenciada a(s) masculinidade(s) em nossa sociedade e no espaço universitário.
Público-alvo: Estudantes, docentes e TAEs homens
Forma de acesso: Incrições pelo link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd7lNfgcJ1UIcbL057m4wajMwkmDDLtiAs-rSUBuxJXIMtRNQ/viewform
Dia e horário de funcionamento: Encontros quinzenais. Atualmente ocorrem pela plataforma Google Meet
Contato:

Atividade: Grupo Roda de Compartilhamento para Mulheres – A proposta dos encontros é construir mutuamente um local seguro de troca e acolhimento, tão necessários nesse momento de pandemia e de ensino remoto.
Público-alvo: Estudantes, docentes e TAEs mulheres
Forma de acesso: pelo linkhttps://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSee99bYWjtSuaXdEP7LuZbpEGGe3cpq5QxtQwpfHJ-niIV5cg/viewform
Dia e horário de funcionamento: Encontros quinzenais pela plataforma Google Meet
Contato:

Setor de Apoio ao Estudante do campus Araranguá – SAE/ARA
Atividade: Grupo Gênero e Sexualidade -Grupo de acolhimento, escuta e apoio para estudantes com foco nas populações LGBTTQ+ diante das violências de gêneros nos espaços da universidade
Público-alvo: Estudantes
Forma de acesso: Participação livre
Dia e horário de funcionamento: Reformulado durante a Pandemia com atividades on-line/Semanal Terças-feiras às 12:30
Contato:

Laboratório de Psicologia Social da Comunicação e Cognição (Laccos)
Atividade: Grupo “Velho, eu?” O intuito desta atividade de extensão é “compartilhar de experiências, informações e reflexões sobre o processo de envelhecimento e a vivência da(s) velhice(s) na atualidade
Público-alvo: Pessoas de 60 anos de idade ou mais. Comunidade interna e externa.
Forma de acesso: Inscrições no link http://encurtador.com.br/lCSW0
Dia e horário de funcionamento: segundas-feiras, das 15h às 16h30, no período entre 8 de março e 12 de abril (6 encontros)
Contato:

Comitê de Atenção Psicossocial Araranguá
Atividade: Encontros temáticos
Público-alvo: Servidores e estudantes
Forma de acesso: Divulgação das formas de participação pelo site
Dia e horário de funcionamento: Programação divulgada no site
Contato: https://atencaopsicossocial.ararangua.ufsc.br/

Outros projetos

Medita UFSC
Atividade: Medita UFSC: Gratuito e aberto a toda a comunidade, o projeto visa oferecer a oportunidade de participar de meditações guiadas coletivas.
Público-alvo: Comunidade universitária
Forma de acesso: Incrições pelo link encurtador.com.br/bCNUX
Dia e horário de funcionamento: Semanal, todas as quartas-feiras às 12h
Contato: Mais informações pelo Instagram @meditaufsc ou pela página do Facebook: https://www.facebook.com/meditaUFSC

Paraquedas coloridos
Atividade: Projeto de Extensão de Escrita Livre e Coletiva
Público-alvo: Toda comunidade universitária
Forma de acesso: Envio de textos para o e-mail do projeto
Dia e horário de funcionamento: Publicações conforme demanda
Contato: https://www.instagram.com/paraquedascoloridos/

Grupo Stacatto
Atividade: Projeto de Extensão de Música e Canto
Público-alvo: Toda comunidade universitária
Forma de acesso: Participação livre
Dia e horário de funcionamento: Encontros todas as sextas às 12h30 na sala 312A – Jardim das Avenidas, Araranguá. Durante a pandemia, atividades online
Contato: https://www.instagram.com/staccatogrupo/

Tags: acolhimentoCoronavírusCovid-19lutopandemiaufsc
  • Página 1 de 2
  • 1
  • 2