Coronavírus: Administração Central da UFSC prorroga suspensão de todas as atividades presenciais até 30 de abril

07/04/2020 11:27

A Administração Central da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publica nesta terça-feira, 7 de abril, Portaria Normativa nº 357, que estabelece a prorrogação das atividades acadêmicas e administrativas presenciais até o dia 30 de abril. A medida unifica o período de suspensão, já que as aulas, por conta de Decreto estadual estão suspensas em Santa Catarina até 19 de abril e as atividades administrativas vinham sendo suspensas por períodos de uma semana.

“A decisão se ampara em todos os indicadores gerados por especialistas, segundo os quais o ‘pico’ da curva de expansão do contágio deve ocorrer em torno do dia 20 de abril”, explica o reitor, Ubaldo Cesar Balthazar. Como a UFSC suspendeu as aulas inicialmente no dia 16 de março e depois, com o Decreto estadual, esse período foi ampliado até o dia 19 de abril, houve um movimento especialmente de estudantes de volta para casa. Mais de 30% dos alunos da UFSC têm residência familiar fora das cidades em que estudam.

A partir da ampliação da suspensão das atividades também os setores técnicos e administrativos podem manter-se por mais tempo desenvolvendo atividades remotas – quando possível – e assim preservar o isolamento social, estratégia confirmada por autoridades sanitárias como essencial para conter a propagação em massa. “Insistimos que, o fundamental nesse momento e nos próximos dias e semanas, é cuidarmos de nossa saúde e de nossos amigos e familiares. Ficar em casa”, reforça o reitor.

Desde que houve a suspensão, a UFSC tem demonstrado que está atuando firmemente no combate à pandemia. São inúmeros os projetos de pesquisa e investigação que geram soluções e ações voltadas à segurança, realização de exames, medidas de prevenção, atividades de solidariedade. Além disso, com o fechamento dos Restaurantes Universitários, a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae) instituiu um programa emergencial, para subsidiar com bolsas os estudantes com cadastro sócio econômico situado na faixa dos mais vulneráveis.

“Temos tido esse cuidado, com estudantes que dependem das refeições e que, neste momento, demanda ainda mais apoio”, diz o pró-reitor da Prae, Pedro Manique Barreto. Além da bolsa, que terá um segundo edital em abril, já foram destinadas cestas básicas aos estudantes da Moradia Estudantil e do alojamento indígena, e remetidos mais de uma tonelada de alimentos a cada um dos outros quatro campi da UFSC. A PRAE, com apoio do Diretório Central dos Estudantes (DCE), segue nesta semana com mais uma ação de distribuição de seis toneladas de alimentos.

“Como eu disse há duas semanas, a Universidade não está parada. Estamos trabalhando, e muito, para manter nossa instituição voltada à preservação de vidas, nosso bem mais importante e essencial”, diz o reitor.

>> Leia, na íntegra, a Portaria Normativa nº 357/2020/GR.

(Agecom - Agência de Comunicação da UFSC)

Tags: CoronavírusCovid-19prevençãosaúde

Projeto de extensão traduz para Libras o Boletim Coronavírus Blumenau

03/04/2020 14:39

Um projeto de extensão da UFSC Blumenau está fazendo a tradução para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) do Boletim Coronavírus Blumenau, um informativo diário publicado no site da Prefeitura Municipal. A ideia é que a comunidade surda da cidade, estimada em cerca de três mil pessoas, se mantenha bem informada sobre os acontecimentos relacionados à pandemia da Covid-19.

A coordenadora do projeto "Libras: comunicação e informação", professora Fabiana Schmitt Corrêa, conta que a necessidade surgiu por meio do serviço de interpretação da UFSC Blumenau. "Percebemos que a comunidade surda também precisa ser amparada nesse momento crítico, pois as informações sobre o Coronavírus estavam chegando distorcidas para a comunidade surda, devido à falta de acessibilidade em Libras", explica.

Além da tradução do boletim, o projeto também irá produzir vídeos em Libras para ensinar a língua para ouvintes neste período de isolamento social. "Vamos apresentar sinais básicos para comunicação cotidiana, promovendo uma sociedade bilíngue", completa a professora.

O projeto conta com a participação do serviço de tradução da UFSC Blumenau, técnico em audiovisual e alunos bolsistas voluntários.

Os vídeos estão sendo publicados no canal da UFSC Blumenau no Youtube.

(Daiana Martini/Comitê de Comunicação da UFSC Blumenau)

Tags: CoronavírusLIBRASprevençãosaúdesurdez

Centro de Blumenau altera nome para Centro Tecnológico, de Ciências Exatas e Educação

31/03/2020 15:50

Nova identidade visual já está disponível para uso da comunidade acadêmica

Com a publicação da Resolução Normativa 136/2020/CUn, de 10 de março, o Centro de Blumenau do Campus Blumenau da UFSC oficialmente passa a se chamar Centro Tecnológico, de Ciências Exatas e Educação (CTE). O novo nome foi escolhido em votação pública realizada em dois turnos, com a comunidade acadêmica do Campus, em 2019.

Com a alteração, a identidade visual e os documentos oficiais deverão ser atualizados de acordo com a nova nomenclatura. Para tanto, os servidores devem observar os modelos e as versões do brasão disponíveis nos sites de Redação Oficial da UFSC e Identidade UFSC.

Acesse aqui o novo brasão do CTE
Modelos de documentos oficiais UFSC

Campus e Centro

A modificação do nome do Centro, além de caracterizar seus principais eixos de ensino, pesquisa e extensão, também auxilia na visualização das estruturas administrativas e de gestão da universidade. Atualmente, o Campus Blumenau conta com uma Unidade de Ensino: o Centro Tecnológico, de Ciências Exatas e Educação (CTE). Futuramente, novas unidades poderão ser criadas, integrando a comunidade do Campus Blumenau, a exemplo do que ocorre em Florianópolis, cujo campus abrange onze centros.

Desse modo, os setores sob responsabilidade da Direção Administrativa - que realiza o controle e a gestão da infraestrutura predial, almoxarifado, compras e licitações, contratos, transportes, serviços tecnologia da informação e malote, dentre outros – seguem atendendo ao campus globalmente, sendo seus servidores não vinculados estritamente ao centro. Já os cursos de graduação, pós-graduação e departamentos de ensino são subordinados à Unidade de Ensino (Centro) a qual estão vinculadas.

Para racionalização de cargos e recursos, o Estatuto da UFSC prevê que nos campi fora de sede o Diretor e o Vice-Diretor de Campus serão, respectivamente, o Diretor e Vice-Diretor de uma de suas Unidades de Ensino, exercendo as duas funções cumulativamente. Por essa razão atualmente a Direção Geral exerce ambas as atividades.

(Camila Collato/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: Centro Tecnológico de Ciências Exatas e EducaçãoUFSC Blumenau

Coronavírus: projeto da UFSC Blumenau elabora vídeos para conscientização de crianças sobre cuidados preventivos

27/03/2020 15:53

A pandemia de coronavírus ainda mantém o alerta de saúde ligado no mundo todo. No Brasil, o primeiro caso de Covid-19 foi confirmado em São Paulo no dia 26/2 e, em poucas semanas, diversas cidades confirmaram casos da doença.

Em Santa Catarina, a quarentena segue como medida governamental de contenção até o próximo dia 1/4, para que o vírus não atinja ainda mais pessoas. Os grupos vulneráveis (pessoas com doenças crônicas preexistentes e idosos) são aqueles que recebem a maior atenção neste momento.

Porém, uma outra parcela da sociedade também deve ser considerada na força-tarefa contra o coronavírus: as crianças. Com o objetivo de conscientizá-las sobre esse momento e divulgar informações com base científica, um projeto da UFSC coordenado pelos professores Aldo Sena de Oliveira e Renata Orlandi, elaborou dois vídeos com dicas de prevenção com foco na população infantil.

 

Acessibilidade e visibilidade

Augusto e sua bicicleta adaptada. Mountain bike já lhe rendeu diversas premiações.

Os vídeos foram elaborados com a intenção de alcançar o maior número possível de crianças e, para isso, possuem duas versões: uma com tradução e interpretação em Libras e outra com audiodescrição.

Somaram-se aos esforços de produção a professora Fabiana Schmitt Corrêa; Aline Guesser e Patrícia Taffarel, do Serviço de Tradução/Interpretação de Libras-Português do Campus Blumenau da UFSC; e voluntários na parte de audiodescrição e na gravação da música composta para o projeto (créditos ao final). Entre os apoiadores estão ainda o Colméia - Coletivo de Artes e o Laboratório de Ciência Tecnologia e Inovação da UFSC Blumenau - LABCTI.

Augusto Selhorst, de nove anos, protagoniza a produção. Ele é uma criança com deficiência visual, natural de Indaial/SC e sua contribuição para o projeto se deu por meio do contato dos docentes da UFSC com a Rede de Inclusão. Augusto contou ainda com a participação de seu amigo, Yago Gabriel de Liz, durante as filmagens.

Diagnosticado com glaucoma congênito, Augusto não permite que as barreiras impostas às crianças com deficiência visual restrinjam a vivência de uma infância plena. Além de “ator” nas horas vagas, ele acumula premiações no ciclismo e no judô. Entre suas premiações na mountain bike, incluem-se dois troféus feitos em braile especialmente para ele.

Participe do próximo vídeo!

É possível que outras crianças interessadas também participem do projeto de divulgação científica. Para isso, basta entrar em contato com os professores Aldo ou Renata ( | ).

Seguem abaixo orientações e um breve roteiro de vídeo para quem quiser gravar o seu de casa e enviar para a UFSC Blumenau:

No smartphone

  1. Limpe a lente
  2. Atenção ao áudio
  3. Filme na horizontal
  4. Use as duas mãos
  5. Use a luz a seu favor, não faça o vídeo contra a luz
  6. Não coloque bordas ou efeitos
  7. Verifique o enquadramento
  8. Solicite aos coordenadores a música do projeto

 

Roteiro para gravação do vídeo de prevenção do Covid-19 e demais doenças relacionadas à higienização das mãos

  1. Molhe as mãozinhas com água
  2. Passe sabão ou coloque sabonete líquido suficiente para cobrir as duas mãos
  3. Esfregue as mãozinhas uma na outra, espalhando o sabão
  4. Junte as mãozinhas e cruze (entrelace) os dedinhos, esfregando todos eles ao mesmo tempo
  5. Passe os dedinhos na parte de trás de cada mãozinha, para ficar tudo bem limpinho
  6. Agora vamos lavar cada dedinho: a mão direita será nossa esponjinha e lavará cada dedinho da mão esquerda, esfregando cada um, depois nossa mão esquerda será nossa esponjinha para lavar os dedinhos da mão direita
  7. Lave todos os dedinhos e as unhas de cada um
  8. Enxague as mãozinhas com água até tirar todo o sabão
  9. Seque as mãozinhas
  10. Não esqueça de manter as unhas bem aparadas

 

Caso não esteja em casa e sem acesso para lavar as mãos com água e sabão, o mesmo procedimento acima deve ser adotado com o álcool gel.

 

Mensagem da equipe de produção

Desejamos fortemente que, após a quarentena, todos os pais e responsáveis por crianças, especialmente os homens pais, assumam o compromisso e disponham do tempo necessário para seguir brincando com os seus filhos. Também ficaremos muito felizes quando todas as crianças tiverem bons motivos para voltar para a escola. Voltar para uma escola justa, inclusiva, onde todas e todos, com ou sem deficiência, ricos e pobres, negros e brancos, toda a pluralidade que as infâncias abarcam, seja convidada para jogar bola”.

 

Créditos

Augusto Selhorst

Yago Gabriel de Liz (amigo)

Márcio Selhorst (cineasta)

 

Professores Coordenadores

Aldo Sena de Oliveira

Renata Orlandi

Professora de Libras

Fabiana Schimitt Corrêa

Intérprete de Libras

Aline Vanessa Poltronieri Gesser

Áudio-descritora voluntária

Mara Rubian Matteussi Garcia Kortelt

Consultora e Áudio-descritora voluntária

Luana Tillmann

Estudantes Voluntários da UFSC

Luana Magnani

Luis Fernando Magnani

Vantuir Dionísio Junior

Melodia

Marcos Roberto da Silva

Composição

Renata Orlandi

 

(Camila Collato/Comitê de Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: acessibilidadeCoronavírusinfânciasaúde
  • Página 1 de 2
  • 1
  • 2