Mestrando em Física da UFSC Blumenau promove visita virtual ao CERN

25/09/2017 10:54

Vista aérea do CERN

Atividade foi realizada com estudantes do Instituto Federal Catarinense - campus Fraiburgo

Até para quem não é da área da Física, as notícias relacionadas as descobertas promovidas pelo CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear), especificamente sobre o Grande Colisor de Hádrons (LHC), impressionam. Desde o anúncio da descoberta do chamado Bóson de Higgs muito se tem especulado sobre um novo panorama acerca da física de partículas. Sabe aquela conversa de prótons, nêutrons? Pois é, isso tudo pode se transformar com base nas pesquisas desenvolvidas no LHC.

Para estudantes do ensino médio que aspiram seguir uma carreira na pesquisa, tudo isso parece algo muito distante. Mas na última segunda-feira os estudos de ponta desenvolvidos no CERN, localizado na fronteira Franco-Suíça, ficaram mais próximos dos alunos do Instituto Federal Catarinense – campus Fraiburgo. O mestrando Ricardo Beal, integrante do programa de pós-graduação em Ensino de Física da UFSC Blumenau (MNPEF), promoveu uma visita virtual guiada ao CERN, no dia 18 de setembro.

Alunos do IFC - campus Fraiburgo

Através de um link de vídeo simultâneo, entre Brasil e Suíça, os alunos puderam dialogar ao vivo com os pesquisadores brasileiros Sandro Fonseca de Souza (UERJ) e Felipe Araújo (UEA), que atualmente trabalham no CERN. Durante mais de uma hora eles responderam diversas perguntas dos alunos, que foram “guiados” em um tour pelo Solenoide de Múon Compacto (CMS), um dos detectores de partículas construídos no LHC.

Na UFSC Blumenau, Ricardo estuda o desenvolvimento de um produto didático, que colabore na formação de estratégias de ensino da Física de Partículas no ensino médio. O objetivo é ampliar esse tipo de prática para fortalecer a compreensão dos conteúdos no ensino básico. O mestrando é orientado pelos professores Daniel Fagundes e Fábio Segundo.

 

(Comunicação UFSC Blumenau)