Estudante da UFSC Blumenau premiada no Santa Catarina Moda e Cultura

28/11/2017 16:13

“Desde a abertura, com a palestra do Ferreirinha, o SCMC como um todo me tocou muito e eu soube que tinha muito o que aprender. O evento é um lugar de aprendizado de vida, não só acadêmico. De conhecer coisas novas, aprender com elas e principalmente ter contato com empresas tão importantes do ramo têxtil. O Inova Lab é a cereja do bolo da vivência ao termos a oportunidade de saber como é o dia-a-dia das empresas e poder estar com os seus representantes para entender melhor o que é esperado dos estudantes como futuros profissionais” (Keyla Cristina Bicalho)

A equipe Laranja integrada pela estudante Keyla Cristina Bicalho, do curso de Engenharia Têxtil da UFSC, foi a vencedora do projeto final do INOVA LAB do Santa Catarina Moda e Cultura 2017 (SCMC). Além de Keyla, participaram do projeto os acadêmicos Arthur Adriano (equipe Verde) e Gabriela Maestri (equipe Lilás). Gabriela entrou pelo processo de repescagem pelo seu desempenho e dedicação ao longo dos desafios (ver fotos).

A final da competição, realizada no dia 25/11, no Espaço Maker do SESI Blumenau, contou com trinta alunos de diferentes instituições de ensino de Santa Catarina. Ao todo foram cinco dias de imersão, em que os participantes foram divididos em equipes, identificadas por cores, para resolver problemas reais de empresas associadas da região. A equipe Laranja recebeu desafios das marcas Loa Underwear, Círculo S/A e Coratex Brasil. A banca julgadora, composta por professores e profissionais das empresas participantes, considerou que a equipe foi a que melhor compreendeu as propostas e apresentou as melhores ideias. A pontuação foi acirrada com diferença mínima entre os finalistas.

Gabriela Maestri (equipe Lilás)

Arthur Adriano (equipe verde)

Para Keyla o SCMC foi de grande importância para somar conhecimentos e habilidades à teoria. "Poder aprender com todas as palestras ao longo das eliminatórias, no Inova Lab e, principalmente, ter acesso a empresas que normalmente não teríamos foi incrível. O contato e a oportunidade de trazer novas soluções ao setor foi fundamental para nos inserirmos e entendermos melhor a indústria", avaliou. A estudante também acredita que muitos outros alunos vão querer participar do evento no próximo ano - inclusive ela, que pretende repetir a experiência.

Como premiação os estudantes ganharam uma viagem para Minas Gerais para conhecer marcas têxteis e de moda da região, como o Grande Hotel Ronaldo Fraga, em Belo Horizonte. Eles também irão visitar o maior Museu a Céu Aberto da América Latina, em Inhotim. Algumas empresas do Vale do Itajaí, como a Círculo e a Meias Loa, ofereceram aos ganhadores dois dias de visita às empresas para conhecer melhor seus setores, produção e produtos.

Os docentes da UFSC Blumenau Grazyella Cristina Oliveira de Aguiar, Francisco Claudivan da Silva, Fernando Ribeiro Oliveira e Catia Rosana Lange de Aguiar participaram da orientação de projetos na competição.

Fotos

(Comunicação UFSC Blumenau, com informações Grazyella Aguiar)

Tags: culturaempreendedorismoengenhariaindústriainovaçãomodaprêmioprodutostextil

Graduandas de Engenharia de Materiais realizam estágios em parceria com universidades europeias

16/11/2017 17:22

Quatro estudantes do curso de Engenharia de Materiais do campus Blumenau estão atualmente realizando estágio curricular obrigatório em universidades europeias. As alunas Letícia Silva De Bortoli e Bárbara Luíza Guenther estão na Itália e Alemanha, respectivamente, enquanto que as alunas Anne Caroline Bernardes e Nathália Hammes estão realizando atividades em Portugal.

Letícia foi uma das contempladas com bolsa de estudo para intercâmbio de seis meses na Universidade de Parma no âmbito do Programa Erasmus Plus – Ação KA107, estabelecido entre a UniParma e a UFSC, do qual a Prof.ª Luciana Maccarini Schabbach, do centro de Blumenau, é subcoordenadora. A aluna está realizando atividades de pesquisa no Laboratório SuperMat, sob orientação da Profa. Federica Bondioli (Coordenadora do Programa Erasmus Plus na UniParma) e supervisão da Dra. Rosa Taurino. Suas atividades focam no desenvolvimento de um compósitos de matriz polimérica com resíduos da indústria agroalimentar para produção de coatings em materiais do setor da construção civil.

Bárbara atualmente está realizando seu estágio na Universidade de Bremen (Universität Bremen), mais especificamente no Departamento de Tecnologia de Adesivos e Superfícies (Klebtechnik und Oberflächen) do Instituto Fraunhofer para Tecnologia de Fabricação e Materiais Avançados - IFAM (Fraunhofer-Institut für Fertigungstechnik und Angewandte Materialforschung - IFAM). Suas ações de pesquisa envolvem ensaios eletroquímicos para o estudo do envelhecimento de revestimentos e adesivos. O trabalho é realizado sob orientação da Barbara P. Andreon e da Dra. Welchy Leite Cavalcanti.

As alunas Anne e Nathália realizam suas atividades na Universidade do Minho - Campus Azurém, na Escola de Engenharia do Departamento de Engenharia Mecênica (DEM), no laboratório CMEMS (Center For Microelectromechanical Systems), sob a orientação do Prof. Filipe Silva em parceria com o Prof. Bruno Henriques, da UFSC Blumenau. O projeto em que ambas vem atuando, consiste em sinterizar zircônia e realizar tratamentos de superfície visando a utilização das mesmas em implantes dentários.

Para a Coordenadora de Estágios do curso de Engenharia de Materiais, Profa. Claudia Merlini, os estágios em universidades estrangeiras são de extrema importância e devem ser sempre incentivadas e fomentadas. Segundo a docente estas oportunidades "contribuem para a formação profissional dos estudantes, uma vez que os mesmos estão realizando suas atividades em Centros de Pesquisa de excelência, sob a supervisão de profissionais extremamente qualificados. Esse período no exterior, também abre novas oportunidades quando os alunos retornam ao Brasil, uma vez que as empresas brasileiras buscam constantemente profissionais que tenham experiência internacional. Além da contribuição para a formação profissional dos estudantes, a realização de um intercâmbio, possibilita a vivência de uma nova cultura, o que permite que os estudantes passem a valorizar e respeitar ainda mais as diferenças".

Aos estudantes que desejam ter mais informações sobre o tema, é possível contatar a coordenação de estágios do curso () ou a Secretaria de Estágios do campus (). Além disso, a Secretaria de Relações Internacionais (SINTER/UFSC) divulga, periodicamente, em sua página, os editais com oportunidades de bolsas de estudos em vigência.

(Comunicação UFSC Blumenau)

Tags: engenhariaestágioeuropaexteriorintercâmbioPesquisauniversidade

Estudantes conquistam segundo lugar em competição de engenharia e sistemas computacionais

13/11/2017 15:15

Equipe de estudantes do curso de Engenharia de Controle e Automação da UFSC Blumenau, sob orientação do professor Mauri Ferrandin, conquistou o segundo lugar no Embedded Systems Competition 2017 - WND IoT Challenge, competição realizada junto ao VII Brazilian Symposium on Computing Systems Engineering, promovido em Curitiba-PR, de 07 a 10 de novembro. Dentro do escopo “Internet das Coisas” foram mais de 90 projetos submetidos, dos quais 62 foram selecionados na primeira fase. Destes, apenas 28 chegaram a final.

Rafael Yoshida Oliveira, Nathã Vieira Azevedo e José Luis M. Baretta desenvolveram uma central meteorológica aplicada à agricultura, a qual visava monitorar condições climáticas como quantidade de chuva, umidade, temperatura e força e direção dos ventos. Tudo isso integrado em um protótipo funcional que utilizava o novo protocolo de comunicação desenvolvido pelo patrocinador, a rede SIGFOX.

“Foi um desafio implementar o sistema, visto que, por se tratar de uma tecnologia nova houve diversos empecilhos e dificuldades ao longo do caminho, mas que valeram a pena no final”, destacou Rafael. O grupo foi amplamente elogiado no evento por ser o único a conseguir implementar todo o sistema na plataforma sugerida, bem como nomeado como "Melhor Projeto de Engenharia" em sua categoria.

O Embedded Systems Competition 2017 - WND IoT Challenge é uma competição aberta a estudantes de graduação e pós-graduação que oportuniza o desenvolvimento de sistemas inteligentes e inovadores que contribuam para evolução deste segmento de informática no Brasil. Este ano, a competição foi  patrocinada pela WND, SIGFOX, ARM e BAITA com foco no desenvolvimento de Sistemas Integrados para Aplicações IoT.

(Comunicação UFSC, com informações da equipe)

Tags: automaçãocompetiçãocomputaçãoengenhariarobóticasimpósiosistemas