Graduandas de Engenharia de Materiais realizam estágios em parceria com universidades europeias

16/11/2017 17:22

Quatro estudantes do curso de Engenharia de Materiais do campus Blumenau estão atualmente realizando estágio curricular obrigatório em universidades europeias. As alunas Letícia Silva De Bortoli e Bárbara Luíza Guenther estão na Itália e Alemanha, respectivamente, enquanto que as alunas Anne Caroline Bernardes e Nathália Hammes estão realizando atividades em Portugal.

Letícia foi uma das contempladas com bolsa de estudo para intercâmbio de seis meses na Universidade de Parma no âmbito do Programa Erasmus Plus – Ação KA107, estabelecido entre a UniParma e a UFSC, do qual a Prof.ª Luciana Maccarini Schabbach, do centro de Blumenau, é subcoordenadora. A aluna está realizando atividades de pesquisa no Laboratório SuperMat, sob orientação da Profa. Federica Bondioli (Coordenadora do Programa Erasmus Plus na UniParma) e supervisão da Dra. Rosa Taurino. Suas atividades focam no desenvolvimento de um compósitos de matriz polimérica com resíduos da indústria agroalimentar para produção de coatings em materiais do setor da construção civil.

Bárbara atualmente está realizando seu estágio na Universidade de Bremen (Universität Bremen), mais especificamente no Departamento de Tecnologia de Adesivos e Superfícies (Klebtechnik und Oberflächen) do Instituto Fraunhofer para Tecnologia de Fabricação e Materiais Avançados - IFAM (Fraunhofer-Institut für Fertigungstechnik und Angewandte Materialforschung - IFAM). Suas ações de pesquisa envolvem ensaios eletroquímicos para o estudo do envelhecimento de revestimentos e adesivos. O trabalho é realizado sob orientação da Barbara P. Andreon e da Dra. Welchy Leite Cavalcanti.

As alunas Anne e Nathália realizam suas atividades na Universidade do Minho - Campus Azurém, na Escola de Engenharia do Departamento de Engenharia Mecênica (DEM), no laboratório CMEMS (Center For Microelectromechanical Systems), sob a orientação do Prof. Filipe Silva em parceria com o Prof. Bruno Henriques, da UFSC Blumenau. O projeto em que ambas vem atuando, consiste em sinterizar zircônia e realizar tratamentos de superfície visando a utilização das mesmas em implantes dentários.

Para a Coordenadora de Estágios do curso de Engenharia de Materiais, Profa. Claudia Merlini, os estágios em universidades estrangeiras são de extrema importância e devem ser sempre incentivadas e fomentadas. Segundo a docente estas oportunidades "contribuem para a formação profissional dos estudantes, uma vez que os mesmos estão realizando suas atividades em Centros de Pesquisa de excelência, sob a supervisão de profissionais extremamente qualificados. Esse período no exterior, também abre novas oportunidades quando os alunos retornam ao Brasil, uma vez que as empresas brasileiras buscam constantemente profissionais que tenham experiência internacional. Além da contribuição para a formação profissional dos estudantes, a realização de um intercâmbio, possibilita a vivência de uma nova cultura, o que permite que os estudantes passem a valorizar e respeitar ainda mais as diferenças".

Aos estudantes que desejam ter mais informações sobre o tema, é possível contatar a coordenação de estágios do curso (claudia.merlini@ufsc.br) ou a Secretaria de Estágios do campus (phillipi.coelho@ufsc.br). Além disso, a Secretaria de Relações Internacionais (SINTER/UFSC) divulga, periodicamente, em sua página, os editais com oportunidades de bolsas de estudos em vigência.

(Comunicação UFSC Blumenau)

Estudantes do campus organizam evento cultural para debater diversidade e gênero

10/11/2017 11:17

Peça traz ao debate temática da violência de gênero (Foto: Grupo Teatro de Quinta)

As políticas públicas brasileiras na esfera dos direitos humanos apresentaram grandes avanços, sobretudo, a partir da década de 1990, no campo da educação e das relações de gênero. Nesse período, foram sancionadas novas leis e diretrizes que abarcaram a temática com o intuito de colaborar com a problematização em torno das desigualdades de gênero e da construção de um mundo mais justo e igualitário.

Entre esses documentos, encontra-se a Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de 1996 e o Plano Nacional de Educação 2011/2020, que apresentam princípios como liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber; respeito à liberdade e apreço à tolerância; valorização do profissional da educação escolar - em especial, destacamos aqui a liberdade intelectual docente.

Após os debates e aprovação dessas diretrizes, emergiram discursos marcados pelo conservadorismo e intolerância referentes à abordagem das relações de gênero e diversidade sexual nos estabelecimentos de ensino. Tais discursos chamam a atenção pela simplificação, descontextualização e depreciação dos estudos de gênero, tornando educadores comprometidos com a garantia do direito humano ao acesso à educação sexual alvos de acusações de "doutrinação ideológica” dos alunos.

Shantays Grupo de Dança

Diante desse cenário preocupante, estudantes de licenciatura e engenharia matriculados nos componentes curriculares Educação, Direitos Humanos e Diversidade Sociocultural e Psicologia Educacional: Desenvolvimento e Aprendizagem, sob orientação da Profa. Dra. Renata Orlandi, organizaram um evento que ocorrerá nesta sexta-feira (10/11), às 20h, no auditório da Sede Acadêmica.

Tal atividade artística-cultural tem o objetivo de debater as (des)igualdades de gênero, os direitos sexuais e reprodutivos, a diversidade sexual e a dimensão ética do fazer docente no campo da sexualidade. Haverá a apresentação da peça teatral “João, o Louco”, da companhia blumenauense Teatro de Quinta. Também integram a programação da noite apresentações de dança com o grupo Shantays, exibição de curtas-metragens e a exposição de obras do artista plástico e estudante da Especialização em Educação Escolar Contemporânea, Charles Immianovsky.

A entrada é gratuita e o evento é aberto ao público (classificação: 16 anos).

(Texto: Fabiana Asano, sob orientação de Renata Orlandi)

______________________________________

Atividade cultural e debate - Educação, Direitos Humanos e Diversidade Sociocultural e Psicologia Educacional: Desenvolvimento e Aprendizagem

Data: 10 novembro (sexta-feira)

Horário: 20h

Local: Auditório UFSC – Sede acadêmica

 

Peça teatral “João, o Louco”

Classificação: +16

Grupo: Teatro de Quinta

Sinopse: João vive solitário, assombrado pelas lembranças de uma existência marcada por violência e crueldade. Ele conta apenas com a companhia da sua coleção de troféus macabros.

 

Ficha técnica

Dramaturgia: Nassau de Souza

Direção: Diones Rafael Silva

Produção: Teatro de Quinta

Cenário: Teatro de Quinta

Figurino: Teatro de Quinta

Iluminação: Teatro de Quinta

Operação de luz e sonoplastia: Diones Rafael Silva

Foto de divulgação: Eslley Scatena

Elenco: Gabriel Mantoanelli, Vanessa Martins, João Vitor Martins, Andressa Costa, Artur Gewehr, Tamara West, Alison Marcondes e William Tribess

Duração: 30 minutos

Classificação indicativa: +16

-----

Bibliografia

Ação Educativa. A ideologia do movimento Escola Sem Partido: 20 autores desmontam o discurso / Ação Educativa Assessoria, Pesquisa e Informação (Org.). São Paulo: Ação Educativa, 2016.

Relações de gênero na escola. Cristiane de Castro Ramos Abud. (Organizadora) – Rio de Janeiro: Dictio Brasil, 2017.

SOUSA, L. A. B., GRAUPE, M. E. Gênero e políticas públicas de educação. Anais do III Simpósio Gênero e Políticas Públicas. Londrina, 27 a 29 maio 2014.

 

12/09/2017 11:55

Mestrado em Ensino de Física aceita matrículas em disciplinas isoladas

23/06/2017 20:00

O Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF) está com matrículas abertas para duas disciplinas isoladas para o semestre 2017/2. Os interessados em cursar "Eletromagnetismo" ou "Física da Matéria Condensada" devem realizar sua inscrição até o dia 30 de junho na Sede Acadêmica da UFSC Blumenau.

As aulas são ministradas nas sextas-feiras e nos sábados e é possível cursar apenas uma disciplina por semestre. Terão preferência os candidatos que possuam perfil compatível ao programa - professores de física do ensino médio e professores de ciências do ensino fundamental.

A documentação deverá ser entregue na sala A110, das 08h às 12h ou das 13h às 17h. A divulgação dos deferimentos será realizada no dia 07 de julho no site do mestrado.