Especialização em Educação Escolar Contemporânea abre atividades letivas em solenidade

08/08/2017 16:17

Os mais novos estudantes de pós-graduação do campus Blumenau foram recepcionados na última sexta-feira (4/8), no auditório da Sede Acadêmica, em uma solenidade de boas-vindas e apresentação do projeto pedagógico do curso de especialização em Educação Escolar Contemporânea.

A coordenadora, Gestine Cássia Trindade e os professores Julio Faria Corrêa e Aldo Sena de Oliveira saudaram os alunos juntamente com o diretor do campus, João Luiz Martins, a chefe em exercício do Departamento de Engenharias e docente da especialização, Marilise Luiza Martins dos Reis Sayão, e a secretária de educação de Blumenau, Patrícia Lueders.

Antes de dar inicio às falas, os convidados tiveram a oportunidade de revisitar um pouco da música brasileira e sul-americana em uma apresentação de violão com Renato Emílio Hörbe e Igor Vinicius de França, estudante da Licenciatura em Química. Eles interpretaram clássicos de Tom Jobim, Ary Barroso, Chico Buarque, Candeia e Gerardo Matos Rodriguez.

Em seguida, a secretária municipal de educação, Patrícia Lueders destacou a importância do curso para a integração entre a educação básica e a universidade, especialmente em um momento em que se propõe a reformulação da base nacional comum curricular no país. O diálogo entre os profissionais da educação foi reforçado como essencial para alcançar bons resultados futuros junto à comunidade.

O professor Julio Corrêa aproveitou a oportunidade para ressaltar, como vice-líder do Grupo de Pesquisas em Fundamentos Histórico-Filosóficos da Educação (UFSC/CNPq), a relevância da pesquisa e seu impacto no desenvolvimento nacional. Ele aproveitou para traçar um breve histórico sobre as origens do fomento à investigação acadêmica e instigou os estudantes a repensarem as formas e os significados da pesquisa na academia.

Como chefe em exercício do Departamento de Ciências Exatas e educação e líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ensino de Ciências e Matemática (UFSC/CNPq), o professor Aldo Sena de Oliveira destacou a atuação universitária nos três eixos – ensino, pesquisa e extensão – e fez uma retrospectiva sobre a concepção do curso de especialização, a primeira pública e gratuita da região do médio vale do Itajaí.

Para a coordenadora, Gestine Trindade, a abertura do curso de especialização marca a finalização da primeira etapa do processo de consolidação dos estudos na área da Educação no campus. Desde a criação do centro de Blumenau da UFSC, as discussões e formulações teórico-metodológicas sobre o tema, até então difusas, acabaram por se consolidar nos Grupos de Pesquisa que impulsionaram a criação da especialização. Para a docente, o curso trará ao debate temas essenciais como o tipo de escola existente na atualidade e a importância de resgatar autores clássicos para subsidiar tais reflexões.

Por fim, o diretor do campus, João Luiz Martins, encerrou a solenidade com um panorama das universidades públicas do Brasil, sua formação sócio-histórica e a importância das instituições para o país. Também aproveitou para evidenciar o caráter de formação continuada do curso de especialização proposto, tão importante para diminuir a desconexão de realidades presente entre os professores recém-formados e a escola básica. O diretor afirmou ainda que as políticas educacionais vigentes tratam por setorizar a educação, sendo necessário integrar todas suas esferas - da educação infantil ao ensino superior - para então operar uma mudança significativa no cenário social, político e econômico brasileiro.

Logo após a solenidade, os estudantes participaram de um coquetel organizado pela equipe docente do curso no Laboratório de Ensino de Matemática (LEMA) e assistiram à apresentação do projeto pedagógico do curso e dos professores, conduzida pelo professor Aldo Sena de Oliveira.

(Comunicação UFSC Blumenau. Fotos: Eduardo Amorim)